sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Poemas... O segundo...


AUSÊNCIA


Num deserto sem água

Numa noite sem lua

Num país sem nome

Ou numa terra nua


Por maior que seja o desespero

Nenhuma ausência é mais funda do que a tua.


(Sophia de Mello Breyner Andresen)


Aguardem-me...

2 comentários:

ATaradaQueHáEmMim disse...

Miuda! Nao sou muito dada a ler poesias, mas gosto bastante de Sophia de Mello Breyner :-)
Parabéns pela escolha.
Besitos da Inês de Castro.

Only Me... disse...

Ines,

Eu aprendi a gostar.. e ainda bem que tb é do teu agrado..

Besos :-)